Translate

sexta-feira, 25 de março de 2011

Na Vontade de Deus

Na Vontade de Deus

                                     Estava lecionando no seminário teologia nesta semana quando um tema me envolveu profundamente.
                                  A vontade de Deus versos a vontade do homem.
A maior dificuldade do homem em servir a Deus está no fato de querer servi-lo baseado na sua própria vontade.
                                 Sua vontade não te leva a nenhum resultado feliz a não ser a ânsia de suas próprias realizações. O auto-reconhecimento, os aplausos pelo trabalho efetuado.
                               O texto a que me refiro encontra-se na segunda carta aos Coríntios 6.4-10 no qual o apóstolo Paulo faz uma descrição de suas experiências, e a qual peço a você a leitura antes de continuar a examinar estas linhas.
                               Ele declara o quanto padeceu por amor a Cristo e sintetiza o fato em que não havia nele capacidade de tal enfrentamento por si mesmo. 2Co.3.5
                                 O profeta Isaias 64.6 enfatiza que não existe bem algum em nossas justiças. Pois como já deparamos a luz da bíblia, este bem que o homem tenta realizar, está recheado de sentimento advertido por Deus a Adão e Eva “o bem e o mal fora de Deus”. Era este bem e o mal que Deus não queria que eles descobrissem.
                                 Todos que tentam realizar a obra de Deus apenas dentro de sua vontade humana não subsistem por muito tempo. Atente para o que Jesus disse em Lucas 9.23 “Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me” Você deve negar a si mesmo todos os dias quando toma a sua cruz. Ela (cruz) é o objeto de sua lembrança do ato de renuncia. Pois ela significa a vergonha para o mundo, porém para nós a exposição de nossa decisão diária.
                                 Se alguém vai fazer a obra de Deus na sua própria vontade, logo se frustra quando alguma coisa dá errado no caminho. Quando alguém não lhe aceita, quando os inimigos se levantam, quando a enfermidade lhe atinge, quando não é reconhecido, quando não alcança o resultado esperado. Enfim quando somos provados logo vem à tona nossa reprovação.
                                   Em 2 Timóteo 2.15 Paulo diz que devemos apresentar a Deus como obreiro aprovado” Todo o nosso trabalho será avaliado por Deus através do fogo (objeto de purificação) 2 Coríntios 3.10-15
                                     O fogo será o agente avaliador de nossas obras se elas estavam imbuídas de amor 1Corintios 13 ou de hipocrisia Mateus 23.28. Deus o sabe e por isso devemos nos avaliar periodicamente como disse Paulo: “examine-se o homem a si mesmo” 1Co.11.28
                                    Lembre-se! Na oração dominical Jesus deixou-nos o modelo de nossa existência para Deus e o mundo. Mt.6.10 “Seja feita a sua vontade assim na terra como no céu”  Não há espaço para a nossa vontade pois a oração diz: “assim na terra como no céu”.
                                 Jesus ainda declarou que “nem todos que me diz Senhor entrará no Reino dos Céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus” Mt.7.21 Amados(as) não queiram servir a Deus seguindo seus corações, ao profeta Jeremias 17.9 o Senhor disse; “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e incorrigível, quem o conhecerá?” Nossas emoções são conflitantes, elas são imperfeitas conforme  o texto acima. Ela (emoção) é imprevisível, é como um termômetro que muda conforme o ambiente.
                                  Quem busca seguir a vontade de Deus é como Paulo no texto de nossa reflexão 2Co.6.4-10, ele passa por todas as privações mas é fortalecido a cada dia. Analise o texto: É chicoteado, preso, agredido, trabalhado demais, ficou sem dormir, sem comer, elogiado e caluniado, uns insultam outros falam bem, tratado como mentiroso mas falando a verdade, tratado como desconhecido mas bem conhecido de todos, tratado como morto mais vivo, as vezes tristes e outras alegres, parecendo pobre mas enriquecendo a muito, parecendo não ter nada mas possuindo tudo.
                                Ninguém na sua própria vontade suportaria tão grandes agruras, tão constantes perseguições. Ninguém na sua própria vontade sentiria prazer nessas lutas como Paulo declarou em 2Co.12.10 “Por isso sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando estou fraco então sou forte.   
                              Só mesmo alguém na vontade de Deus que diria tal coisa veja o que Paulo disse; 1Ts.18 "Em tudo dai graças porque esta é a vontade de Deus"
                              Quando estou fraco, quando o meu eu é submetido a Cristo através do se Espírito Santo então vou descobrindo a fonte de minha força. “RENUNCIA”
                               Pare de querer dirigir sua vida através de sua vontade que são cheias de preconceitos, ou paradigmas (Padrões ou modelos de vida), que jamais estará preparada para o enfrentamento de si mesmo.                           
                               Entregue seu caminho (vida) ao Senhor. Passe o volante de sua vida para Ele e sente-se no lugar do carona. Diga como Paulo: Gálatas 2.20 “Já estou crucificado com Cristo e vivo mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne vivo-a na fé (renuncia) do filho de Deus, o qual me amou e se entregou a si mesmo por mim”
                             Não pare, não desista é hora de você mudar este teu jeito de servir a Deus. Servo (que no original é escravo) não tem escolha, não dorme na hora que quer, não come na hora que quer, não faz o que quer, mas a vontade do seu Senhor.
                           Finalizo deixando mais uma palavra do Apóstolo Paulo em Atos 21.13-14 Mas Paulo respondeu: Que fazeis vós, chorando e magoando-me o coração? Porque eu estou pronto não só a ser ligado, mas ainda a morrer em Jerusalém pelo nome do Senhor Jesus. E, como não podíamos convencê-lo, nos aquietamos, dizendo: Faça-se a vontade do Senhor.
Em Cristo
Pr. Neemias Fagundes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Meus blogs prediletos

Loading...