Translate

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Minha consciência, ignorá-la ou ouvir-la?

"Conservando a fé, e a boa consciência, a qual alguns, rejeitando, fizeram naufrágio na fé." 1 Timóteo 1:19



Ela pode nos despertar sempre para o que é honesto, ético, respeitável, justo enquanto eu lhe der ouvido. Até o dia em que eu começar a ignorá-la e fazer apenas o que meu instinto desejar. Fazer escolha na vida deve ser uma atitude analisada com muita frieza e seriedade.


Não sejas volúvel. Não pregues uma coisa hoje que não tenha certeza que continuarás pregando daqui a 10 anos. Nunca será fácil defender a verdade, porém seja firme e constante se estás lutando pela verdade e com a verdade. "Porque nada podemos contra a verdade, senão pela verdade." 2 Coríntios 13:8


Sabemos que virou rotina as pessoas mudarem de forma volúvel, não tenho nada contra a mudança, tenho contra mudar por qualquer coisa, se é para defender, saiba bem o que escolheu para defender, se for para mudar, mude pela coisa certa. 

Ninguém aguenta quem muda todo instante e nunca assume que não soube entender que era necessário primeiro aprender, amadurecer. Mudam o discurso de maneira tão leviana. O que não podia, agora pode, o que era pecado agora está liberado. O que fazer nessa hora? Se Render? Juntar? 


Como eu seria capaz de trair a Deus? Como trair a sua palavra? Como trair minha consciência? Jamais! 




Quero poder deitar, dormir , acordar como o salmista: "O Senhor me sustentou." 




Minha consciência, é também minha paz com Deus. "E por isso procuro sempre ter uma consciência sem ofensa, tanto para com Deus como para com os homens." Atos 24:16

Pr. Neemias Fagundes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Meus blogs prediletos

Loading...