Translate

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Quando o cansaço é uma realidade.

“A quem me haveis de comparar, haverá alguém que se pareça comigo?”, diz o Santo! Levantai os olhos para o alto e observai: Quem criou tudo isso? Quem põe em marcha o exército das estrelas, uma a uma, chamando cada uma pelo nome? Por causa da grandeza do seu poder, pela firmeza da sua autoridade, não falta uma sequer. Por que isto dizes, Jacó, Israel, por que reclamas: “O SENHOR ignora meu destino, Deus não vê o meu direito!”? Acaso não sabes? Ainda não ouviste falar? O SENHOR é o Deus eterno! Foi ele quem criou toda a extensão do mundo. Ele não corre nem se cansa, nem é possível pesquisar sua inteligência. É ele que dá ânimo ao cansado, recupera as forças do enfraquecido. Até os jovens se afadigam e cansam e mesmo os guerreiros às vezes tropeçam! mas os que esperam no SENHOR, renovam suas forças, criam asas como águia, correm e não se afadigam, andam, andam e nunca se cansam." Isaías 40.25-31


Quando olhamos apenas para os lados,  começamos a limitar a visão de nossa existência. Resumimos a vida a partir do que vemos ou aceitamos. Não somos capazes de aceitar nada que esteja longe do alcance do olhar. Aceitamos os acontecimentos ou as bençãos como resultado de nossas próprias possibilidades e o que passar daí consideramos como nulo, inexistente um sonho a ser esquecido.
O sobrenatural não se cogita jamais, seria de motivo de escárnio, loucura, algo para pessoas fracas e pequenas que não são capazes de lutar, crescer e conquistar com o seu braço o que o trabalho pode lhe proporcionar.
Não estou desprezando ou invalidando a importância do trabalho. Estou tentando conduzir o caro leitor ou leitora, a uma profunda reflexão com respeito a incapacidade de crer no que os olhos não podem ver. Neste mundo tão tecnológico e competitivo, somos treinados a ser materialistas, conquistadores, frios, descartáveis e a perder a sensibilidade das coisas que se relacionam a Deus.  
Nos tempos antigos os homens comparavam a criação como obra dos deuses babilônicos. O deslumbre para com o Deus criador se perdeu, pelas mentiras divulgadas nos corações dos povos. 

Deus então faz a célebre pergunta: “A quem me haveis de comparar, haverá alguém que se pareça comigo?”.

Ao povo que estava acostumado apenas a olhar para os lados, com uma visão limitada de realização Deus lhes convida a levantar os olhos para o alto e contemplar o infinito.
Precisamos nestes dias de fé não deturpada pelas mentiras do inferno, levantar os nossos olhos e resgatar o deslumbre perdido para com a grandeza do nosso Deus. "Os céus declaram a glória de Deus; o firmamento proclama a obra das suas mãos. " Sl.19.1
Precisamos de uma teologia sistemática sobre Deus nas igrejas, há pouco assombro, há pouca glória nos lábios do seu povo, há uma postura indiferente tomando conta dos nossos dias.

"Quem criou tudo isso? Quem põe em marcha o exército das estrelas, uma a uma, chamando cada uma pelo nome? Por causa da grandeza do seu poder, pela firmeza da sua autoridade, não falta uma sequer."

Como alguém pode pensar que o mundo, a vida ou qualquer outra coisa estão entregue ao acaso? Pode haver descaso de nossa parte, porém jamais acaso. As estrelas estão dispostas no lugar que Deus as determinou até hoje. Como um grande exército estão em posição diante do Senhor dos Exércitos. Ele o Deus Soberanos deu nome a cada uma dela e a todas chama pelo nome. Um dia Ele convidou  Abraão para contar as estrelas, Abraão tentou, mas a seguir confessou ser impossível pois algumas estavam longe do seu alcance. Gn.15.5.

Como alguém não ficaria deslumbrado com este Grande Deus? O próprio Jesus deu um testemunho maravilhoso sobre o nosso Pai. "Não se vendem dois passarinhos por um ceitil? e nenhum deles cairá em terra sem a vontade de vosso Pai. E até mesmo os cabelos da vossa cabeça estão todos contados. Não temais, pois; mais valeis vós do que muitos passarinhos." Mateus 10:29-31

Se ele sabe o nome de cada estrela nos céus, você acha que o seu nome passaria despercebido por Ele? Não sei sua idade, mas desafio a você (que tem cabelo é logico rsrsr), com tantos anos de vida a me dizer: Quantos fios de cabelo você tem na cabeça? ou quanto pelo menos caíram no dia de hoje? Com certeza você não saberia me dizer, mas vou lhe dizer algo: Deus sabe!

"Por que isto dizes, Jacó, Israel, por que reclamas: “O SENHOR ignora meu destino, Deus não vê o meu direito!”? 

Como pode alguém em sã consciência dizer algo assim a respeito de Deus. Eu te explico! Visão curta e para baixo. Se Deus cuida de coisas de menos importância comparado ao homem como pássaros, folhas, lírios do campo, não poderia Ele cuidar da obra prima de sua criação que é você caro leitor?

"Acaso não sabes? Ainda não ouviste falar? O SENHOR é o Deus eterno! Foi ele quem criou toda a extensão do mundo. Ele não corre nem se cansa, nem é possível pesquisar sua inteligência. É ele que dá ânimo ao cansado, recupera as forças do enfraquecido. Até os jovens se afadigam e cansam e mesmo os guerreiros às vezes tropeçam! mas os que esperam no SENHOR, renovam suas forças, criam asas como águia, correm e não se afadigam, andam, andam e nunca se cansam." 

Não olhe para baixo, levante a cabeça. Se anime, tua fraqueza deve te levar a para perto de Deus e nunca para longe dEle.

Deus em Cristo te abençoe e te fortaleça.

Pr. Neemias Fagundes




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Meus blogs prediletos

Loading...