Translate

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Em tempo de amor aos títulos. Eu me questiono!

Os grandes navegadores só receberam este título porque foram aqueles que enfrentaram grandes tempestades.

Estamos no tempo de homens levantando homens e todos pensando serem de fato aquilo que foram promovidos.
De que adianta termos as melhores posições diante dos homens, se não à temos diante de Deus?

De verdade! Título não se compra, se conquista.

Infelizmente o espírito que atuou em lúcifer ainda opera em muitos corações. "sereis como Deus"
São tantos títulos, que até pronunciar é complicado. Só falta se denominarem semi-deuses ou como diz um pastor amigo "os jeovazinhos"

O que pensamos do evangelho? Olho as experiencias do Apóstolo Paulo e o vejo dizendo em cada fase de sua vida: "eu o menor dos apóstolos" 1Co.15.9. Um pouco mais tarde ele diz: "eu o menor de todos os santos" Ef.3.8 e depois de longos 8 anos ele chega a conclusão: "eu o maior de todos os pecadores"1Tm.1.15
Sua resposta as experiências e ao tempo era humildade após humildade.
Um homem quanto mais usado por Deus mais humilde ele é.

Procuramos os primeiros assentos, queremos está na primeira página. Afinal "nós somos muito bom no que fazemos!"

Me constrange olhar para o nosso Senhor Jesus e ver como agimos pensando que somos alguma coisa.

"De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, Que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus, Mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens; E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz.
Filipenses 2:5-8

Ele poderia arrogar para si sua posição, mas não o fez. A natureza (vento e mar) o conhecia ao obedecer a sua voz, a morte o conhecia ao trazer a vida de volta, a doença o conhecia ao ter que sair, os demônios o conheciam ao caírem de joelhos e adorá-lo como em Gadara Mt. 8.31.

Mas os discípulos não o conheciam de fato tal como Ele é, ao ponto de Jesus perguntar:

"Quem dizem os homens ser o Filho do homem?" Mateus 16:13

E a pergunta seguiu até aos discípulos: "E vós, quem dizeis que eu sou?" Mateus 16:15

A falta de discernimento ainda era tão grande que só por meio de revelação Pedro pode responder:

"E Simão Pedro, respondendo, disse: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo. E Jesus, respondendo, disse-lhe: Bem-aventurado és tu, Simão Barjonas, porque to não revelou a carne e o sangue, mas meu Pai, que está nos céus." Mateus 16:16,17

Mesmo não sendo reconhecido ele "não teve por usurpação ser igual a Deus"

E por que queremos ser? "Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém." Romanos 11:36

O melhor título que o homem pode carregar em respeito a Deus é: "Por esta causa eu, Paulo, sou o prisioneiro de Jesus Cristo por vós, os gentios;" Efésios 3:1


Prisioneiro, ou escravo (servo) de Cristo.


Deus te abençoe.

Pr. Neemias Fagundes

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Tomar decião

Decisão nunca será fácil tomá-las. Na vida de quem é líder tomar decisões é a coisa mais conflitante, porém para os subordinados é a coisa mais fácil de se fazer, pois basta apenas fazer. Fator custo e benefícios não são calculados. Perdas e ganhos também não. É aí que faz a diferença quando se existe um líder de verdade. Pois ser líder não é apenas tomar decisões, mas saber lidar e enfrentar as decisões que foram tomadas. 


Porém o que é decisão?

"Do L. DECIDERE, “determinar, definir, decidir”, formado por DE-, “fora”, + CAEDERE, “cortar”. Muitas vezes uma decisão implica em cortar fora uma das possibilidades."
De+cisão. Ninguém pode de fato tomar alguma decisão sem antes está preparado para sofrer a cisão (corte).

Este é o grande dilema na hora que decidimos, achamos que é uma escolha isolada, que não irá repercutir nos outros e daí descobrimos, que perdermos talvez um braço, perna ou outro membro qualquer. Então vem o desespero, pois são membros que não se regeneram, ou seja não se reproduz. Ficamos com um olho só, ou uma mão só, ou um pé só e etc. E percebemos a verdade sobre decidir. Você começa junto e termina sozinho. Você é aplaudido e depois abandonado, você sente que está fazendo a melhor escolha e então descobre que foi sua decisão e o único jeito de chegar a esta conclusão é que todos que antes estavam do seu lado, foram se afastando pouco a pouco. Pois sua decisão não eram de fato as delas. Daí vem o ônus: "A decisão foi dele ou dela o que eu tenho com isso? Ela que decidiu deixá-lo e não eu! Essa prova é dele e não minha! Essa prova ele que arrumou com suas próprias mãos, então ele que se vire como sair dela!"
Na vida já tomei muitas decisões, e todas me ensinaram alguma coisa. Aprendi quando estava certo e errado. Algumas resolvi voltar atrás outras segui adiante. Porém em cada uma fui descobrindo, que no final de tudo restam apenas você, dependendo do caso sua família e Deus. Pois todos se afastam, com medo de pagar por uma decisão que não eram delas. 
Sim de fato decidir nunca será uma escolha fácil, mas não podemos também ficar acomodados se estamos seguindo o caminho da obediência. Se atentamos sempre para a voz de Deus e nada acontece. É hora de refletir, mudar ou acomodar? Mudar nunca será fácil, porém acomodar é perecer, se render, estagnar, morrer.
Por isso pense na hora de decidir qual a melhor forma de faze-la. Não decida sozinho pense nos custos e benefícios. Até mesmo decidir por Jesus temos de inícios muitos custos para por fim vivermos plenamente na eternidade os benefícios.
Que Deus em Cristo, por meio do Espírito Santo te ajude na vida a tomar decisões certas pois o manual (bíblia) Ele já nos deu, basta lermos.


Conclusão: Toda as minhas decisões devem convergir e não divergir para a glória de Deus. 
Pois tudo aqui é "dEle, por Ele e para Ele." Rm.11.36

Pr. Neemias Fagundes

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Geração Fraca.

"Geração perversa e distorcida é." Deuteronômio 32:5


Lamentável isso talvez não consiga constranger está geração de crentes, ontem falei no culto de ensino que nós somos 30% de evangélicos no Brasil, ou seja um total de 60 milhões, se de fato esta geração fosse crente como foram nossos irmãos no passado era para não existir nem carnaval mais no Brasil. Deus no livro de Atos não precisou de muito, bastou apenas 120 orando no cenáculo e ele mudou aquela geração com 120 homens. O que estamos fazendo como igreja? Nunca se ouviu falar de tanta corrupção, adultério, divórcio, pedofilia, traição, assassinato, e outros pecados a fora e temos a coragem de dizer que o Brasil está vivendo um grande avivamento...há vai ver se estou na esquina por favor!!


Estamos presenciando é uma enxurrada de hereges, amantes do dinheiros, charlatões. Filhos do diabo! Que Deus tem misericórdia de nós, pois está geração crentes é a que mais presencia a avalanche de pessoas entrando no inferno. 

Quando a Europa recebeu a mensagem do evangelho através do ministério de João Calvino, a palavra entrou com força na nação que influenciou a política, educação, casamento. O governo adotou os ensinos bíblico para reger a nação. Diminuiu a prostituição, divórcio, corrupção e etc. Sabe por que? O evangelho entrou de verdade alí e não um show barato. E o evangelho é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crer, nada mais.

Pr. Neemias Fagundes

Meus blogs prediletos

Loading...