Translate

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Pastor é condenado a pena de morte no Irã



E-mailImprimirPDF
Youssef Nadarkhani foi condenado por converter-se ao cristianismo

Um pastor que se converteu do islamismo para o cristianismo foi condenado à pena de morte no Irã por recusar voltar à sua antiga religião. As informações são do jornal britânico "Daily Mail".


Youssef Nadarkhani, de 34 anos, se recusou a cumprir uma ordem judicial que o obrigava a se converter novamente ao islamismo. A sentença foi proferida por uma corte na província de Gilan, na cidade de Rasht.


O pastor foi detido em outubro de 2009 quando tentava registrar sua igreja na cidade. Youssef começou a questionar a supremacia dos muçulmanos para doutrinar as crianças, e acabou acusado de tentar "evangelizar" muçulmanos e de abandonar o islamismo, o que pode levar à pena de morte no país.


Sua primeira condenação aconteceu em 2010, mas a Suprema Corte do Irã interveio e conseguiu adiar a sentença. Ao ser revisto, o processo resultou na mesma condenação ao fim do sexto dia de audiência.


No tribunal, o pastor disse que não tinha intenção de voltar ao islamismo, chamando sua crença anterior de "blasfêmia".


Agora, a defesa de Youssef tentará novamente recorre à Suprema Corte, pedindo a anulação da pena. O advogado de Youssef, Mohammed Ali Dadkhah acredita que tem 95% de chance de anular a sentença.  No entanto, alguns apoiadores temem que a Suprema Corte demore para analisar o pedido e o pastor seja executado nos próximos dias.


O ministro de Relações Exteriores britânico, William Hague, comentou o caso e pediu que o Irã cancele a sentença. "Eu repudio o fato de que Youssef Nadarkhani, um líder cristão, possa ser executado por se recusar a cumprir a ordem da Suprema Corte para que ele se convertesse ao islamismo. Isso demonstra que o regime iraniano continua não respeitando o direito à liberdade religiosa".


O último cristão executado por questões religiosas no Irã foi o pastor da Assembleia de Deus, Hossein Soodmand, em 1990. No entanto, dezenas de iranianos que se converteram ao cristianismo foram misteriosamente assassinados nos últimos anos.


extraído do http://jornale.com.br/portal/mundo/81-01-mundo/19672-pastor-e-condenado-a-pena-de-morte-no-ira-.html

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Ser Pastor



Ser Pastor – Qual o sentido desta frase?


Ser Pastor! Uma afirmação tão pequena, mas repleta de significado!
Ser pastor é muito mais que ser um pregador. Está além de ser um administrador de igreja. Muito além de professor.
Ser pastor é algo da alma, não apenas do intelecto. É a resposta a um chamado e não a uma decisão de vida.
Ser pastor é sentir paixão pelas pessoas que não conhecem a Cristo. É desejar a salvação de alguém de forma tão intensa, que nos leve a repartir as boas-novas com ele/a. É pensar no marido desta irmã, no filho daquela outra, nos vizinhos da igreja, nos garotos da rua. Ser pastor é tudo fazer para conseguir ganhar alguns para Cristo.
Ser pastor é festejar a festa da igreja. É alegrar-se com a alegria daquele que conquista um novo emprego, daquele que se gradua na faculdade, daquele que recebe a chave da casa própria ou alta do hospital.
Ser pastor é ter o brilho da alegria ao ver a felicidade de um casal apaixonado, ao ver o sucesso na vida cristã de um/a jovem consagrado/a; é festejar a conversão de um familiar de alguém da igreja por quem há tempos se vinha orando.
Ser pastor é desejar o bem querendo apenas a felicidade de participar da hora feliz.
Mas ser pastor também é chorar. Chorar pela ingratidão dos homens. Chorar porque muitas vezes há aqueles que nos perseguem, criticam-nos, levantam falso contra a igreja e contra nós. É chorar com os que choram, unindo-nos ao enlutado que perdeu um ente querido, é dar o ombro para o entristecido pela perda de um amor, é ser a companhia do solitário, é ouvir a mesma história uma porção de vezes por parte do carente.
Ser pastor é não ter outro interesse senão o de pregar a Cristo. É não se envolver nos negócios deste mundo. É saber dizer não quando o coração dizr sim. É não dar atenção demasiada para uns, esquecendo-se dos outros. É não ficar do lado deste ou desta, em detrimento dos outros/as.
Ser pastor é ser pai. É disciplinar com carinho e amor ou com a firmeza da vara e da correção. É obedecer à Bíblia, não aos homens.
Ser pastor é ser justo. Ser pastor é saber dizer não, quando a emoção manda dizer sim; é ter a consciência de não ser sempre popular, principalmente quando tiver que tomar decisões pesadas e difíceis. Por outro lado, saber ser humilde quando a bênção de Deus o honrar diante do rebanho e diante do mundo. Os erros são nossos, mas a glória é de Deus.
Ser pastor é socorrer ao necessitado no horário da necessidade. Ser pastor é não medir esforços pela paz. É pacificar pais e filhos, maridos e esposas, sogros e genros, irmãos e irmãs. 
Ser pastor é sofrer o dano, o dolo, a injustiça, confiando n’Aquele que é o galardoador dos que o buscam.
 
Ser pastor é dar a camisa quando lhe pedem a blusa, andar duas milhas quando o obrigam a uma, dar a outra face quando esbofeteado.
Ser pastor é estar pronto para a solidão. É manter-se no Santo dos Santos de joelhos dobrados, obtendo a solução para os problemas insolúveis.
Ser pastor é ser sacerdote, mantendo sigilo no coração, mantendo em segredo o que precisa continuar sendo segredo, e repartir com as pessoas certas aquilo que é “repartível”.
Ser pastor é muitas vezes não ser convidado para uma festa, não ser informado de uma notícia, ou ser deixado de fora de um evento, e ainda assim manter a postura, a educação e o polimento.
Ser pastor é ser profeta, tornar o seu púlpito “uma espada de dois gumes”, afiada, proclamando aos quatro ventos a salvação e a santificação do povo de Deus.
Ser pastor é ser marido e ser pai. É fazer de seu ministério motivo de louvor dentro e fora de casa.  É orgulhar-se de ser pai, alegrar-se de ser esposo.
Ser pastor é pedir perdão. Se os pastores fossem super-homens, Deus daria a tarefa pastoral aos anjos, mas preferiram fazer de pecadores convertidos os líderes do Seu rebanho, pois, sendo humanos, poderiam mostrar aos demais que é possível ser uma bênção.
Mas, quando pecarem, saberem pedir perdão. A humildade é uma chave que abre todas as portas, até as portas emperradas dos corações decepcionados.
Ser pastor é crer quando todos descrêem. Saber esperar com confiança, saber transmitir otimismo e força de vontade.
Ser pastor é ver o lado bom da questão, é vislumbrar uma saída quando todos imaginam que é o fim do túnel.
 
Ser pastor é contagiar, e não contaminar. Ser pastor é inovar, é renovar, é oferecer-se como sacrifício em prol da vontade de Deus.
Ser pastor é fazer o povo caminhar mais feliz, mais contente, é fazer a igreja acreditar que o impossível é possível.
 
As guerras não são ganhas com armas, mas com palavras, e as do pastor são as palavras de Deus, portanto, invencíveis.
Ser pastor é saber envelhecer com dignidade, sem perder a jovialidade. É ser amigo dos jovens e companheiro dos adultos. 
Ser pastor é saber contar cada dia do ministério como uma pérola na coroa de sua história. Ser pastor é ser companhia desejada, querida, esperada. É saber calar-se quando o silêncio for a frase mais contundente, e falar quando todos precisarem ouvir.
Ser pastor é saber viver. Ser pastor é saber morrer. E quando morrer, deixar em sua lápide dizeres que expressem na mente de suas ovelhas o que Paulo quis dizer, quando estava para partir: “Combati o bom combate, terminei a carreira, guardei a fé”.
Ser pastor é deixar uma picada na floresta, para que outros encontrem o caminho para o Reino do Senhor.
 
Ser pastor é fazer com que os filhos e os filhos dos filhos tenham um legado, talvez não de propriedades, dinheiro ou riquezas, mas o legado do patriarca da família, daquele que viveu e ensinou o que é ser um pastor.
Eu sou pastor.

ESBOÇO- Uma vida sem forma e vazia

GN.1.2 “A terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo, mas o Espírito de Deus pairava (se movia) sobre a face das águas”

Uma vida sem forma e vazia

1-    Sem forma 
a)     Tudo que não tem forma não tem expressão, não se define, uma existência sem objetivo, é desordenado.
b)     De que adianta existir e não ser útil. Cl.1.16 Deus conta com você mas não precisa de você.

       2-    Tudo que não tem forma não pode ser aproveitado é vazio.
a)     Deus não aceita o vazio Dt.16.16, Tudo que é conquistado deve ser ocupado. (O coração) Mt.12.44
b)    Defina a razão de sua existência, Não deixe o inimigo impedir os planos divinos.

       3-    Havia trevas sobre a face do abismo. Gn.7.11 e Ex.20.4
a)     Águas falam de palavra usada, mas aqui havia trevas que é a falta de conhecimento, Os.4.6 (Conhecereis a verdade Jo.8.32) Vida sem regra, cegueira espiritual 2Co.4.4

        4-    O Espírito de Deus se movia sobre a face das águas.
a)     Há esperança para mim, Deus está presente mesmo em todo este caos.
b)    Deus vai dar forma, por em ordem a sua existência.
c)     Haja luz em sua existência, as trevas não existem mais, o choro durou a noite inteira mas a noite já é passada. Acabou Deus faz separação entre a noite e o dia.


Pr. Neemias Fagundes

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Uma vida sem forma e vazia- Vídeo

Uma vida sem forma e vazia-ESBOÇO

GN.1.2 “A terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo, mas o Espírito de Deus pairava (se movia) sobre a face das águas”

Uma vida sem forma e vazia

1-      Sem forma 
a)     Tudo que não tem forma não tem expressão, não se define, uma existência sem objetivo, é desordenado.
b)     De que adianta existir e não ser útil. Cl.1.16 Deus conta com você mas não precisa de você.
       2-    Tudo que não tem forma não pode ser aproveitado é vazio.
a)      Deus não aceita o vazio Dt.16.16, Tudo que é conquistado deve ser ocupado. (O coração) Mt.12.44
b)      Defina a razão de sua existência, Não deixe o inimigo impedir os planos divinos.
       3-    Havia trevas sobre a face do abismo. Gn.7.11 e Ex.20.4
a)      Águas falam de palavra usada, mas aqui havia trevas que é a falta de conhecimento, Os.4.6 (Conhecereis a verdade Jo.8.32) Vida sem regra, cegueira espiritual 2Co.4.4
        4-    O Espírito de Deus se movia sobre a face das águas.
a)      Há esperança para mim, Deus está presente mesmo em todo este caos.
b)      Deus vai dar forma, por em ordem a sua existência. Vai tirar do monturo e te assentar entre os príncipes.
c)       Haja luz em sua existência, as trevas não existem mais, o choro durou a noite inteira mas a noite já é passada. Acabou, Deus faz separação entre a noite e o dia. o tempo de cantar chegou o dia é chegado.


Autorizada a publicação e cópia com citação da fonte.

Mensagem ministrada  dia 11/09/2011 na Santa Ceia na ADRIODOLIMÃO

Pr. Neemias Fagundes

Minha Agenda 2011

Datas e que estarei ministrando a palavra

SETEMBRO
  1. Dia 03/09 Samuel Lessa 47 anos do templo (Pb. Nelson) Foi transferido.
  2. Dia 05/09 Jovem Tv Canal 9 Cabo Frio (Entrevista)
  3. De 08 a 10 estarei na CONEMAD-RJ participando da convenção-RJ (apenas como convencional)
  4. Dia 14/09 Cruzada de Adoração Ass. de Deus em Morro Grande 
  5. Dia 19/09 debate na Jovem Tv canal 9 Cabo Frio.

OUTUBRO

  1. Dia 01/10 15º Congresso de Gideões ADIGUABA-RJ
  2. Dia 15/10 Evento de jovens AD.PRAIA SECA - RJ
  3. Dia 18/10 meu aniversário
  4. Dia 20/10 Catedral de Cabo Frio AD.CABOFRIO
  5. Dia 21/10 Festividade de Jovens AD.Iguabinha-RJ
  6. Dia 22/10 Evento Jovem Praia Seca-RJ

Meus blogs prediletos

Loading...